2005-01-04

 

O CONVITE

Com este renovado PPD/PSD a realidade ultrapassa, todos os dias, a ficção. O recente episódio envolvendo o senhor Pôncio Monteiro consegue reunir os condimentos próprios de uma rábula de revista do Parque Mayer.
Num partido minimamente organizado a elaboração das listas (momento único de guerras de alecrim e manjerona) ocorre à porta fechada, quando muito escapam uma fugas de informação relatando o conturbado processo, mas a coisa fica por aí.
No Partido Social Democrata (renovado) é diferente. Fazem-se testes em tempo real.

Convida-se um personagem. Permite-se que este se sente, confortavelmente, no sofá da sua sala para receber os jornalistas e dissertar, com vagar, sobre o que fará para resolver o diferendo entre a Câmara Municipal e o clube de futebol local.
O presidente da edilidade (por sinal vice-presidente do partido) ouve a entrevista, soa-lhe estranho que não soubesse do convite, desagrada-lhe o discurso. Pega no telefone e pede, carinhosamente, explicações ao presidente do partido.
-“Tu não me digas que o homem disse isso” (pergunta, simulando estupefacção, o presidente). Ante a confirmação, não foi de modas: “eu já vou tratar disso, esses malandros, estão em roda livre, não me dizem nada, escondem-me tudo. Mas tu sabes que sou um homem de combate, não tolero que façam pouco de mim e do PPD/PSD, eles vão ver”, deixando-se levar pelo entusiasmo da encenação, desligou o telefone abruptamente, deixando o vice-presidente a falar sózinho quando lhe garantiu que desculpasse, mas este tipo de brincadeiras não eram para ele.
Na manhã do dia seguinte ao ouvir, nas noticias, que o personagem convidado tinha sido “desconvidado” o vice-presidente, olhando o rio, não conseguiu disfarçar um angustiado desabafo: onde eu me fui meter!

Comentários:
Relações perigosas com o mundo do futebol?
Naaaaaaa...
Quem falou nisso, é mesmo má língua!
 
quando fazem salada mista de política com o futebol dá nisto... a política já é fraca e com os outros condimentos é só facada!
 
Ora meu amigo, a questão começa a ser delicada.
Aquilo é um partido de faca na liga, há que ter cuidado...


blogquisto
 
Até onde se afundará este PPD/PSD/PSL ?

Onde descobriu PSL vocação ou sequer interesse político neste sofrível comentador desportivo ?

E logo para o pôr em nº 2 pelo círculo do Porto !
Que mais nos reservará ainda PSL e o seu PPD/PSD ?

Quando o seu Consulado, finalmente, terminar ainda restará PSD ?

Nunca tanto capital político ficou esgotado em tão pouco tempo ! Já estávamos mal com Barroso, que em boa hora, para ele, se pôs ao fresco, para acabar aos comandos da enigmática nave de Bruxelas, mas ainda conseguimos passar a pior.

Que terrível maldição parece perseguir Portugal !

Foge Guterres, dão-lhe a Presidência da Internacional Socialista ; foge Barroso, porque lhe ofereceram a Presidência da UE ; regressa Guterres, porque lhe querem oferecer a Presidência da República em Portugal...

Que verdadeiros nababos e que pepineira de país em que nos estamos a transformar !

Ai Portugal, Portugal, ainda voltas à situação de Condado, ao fim de quase 9 séculos...
 
Agradeço o seu comentário. Volte sempre que quiser.
Sobre "O convite" direi que:
Estamos a assistir aos ensaios de uma rábula patética, intitulada «Tang ou a Fuga para a frente», cujo guião foi secretamente concebido em Barcelos, mas cujos protagonistas não têm estaleca suficiente para ir além do "chinelo" e não passam de figurantes.
No dia da estreia, a pateada vai ser demolidora.
Se tiver tempo e paciência, veja:
http://lapipe.blogspot.com/2004/11/tang.html
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?