2005-01-27

 

POUCO ÂNIMO

Dir-se-ia que esta campanha gira em torno de Santana, Portas e Louçã. Têm sido eles os protagonistas por estes dias. Estão, todos os três, embrenhados no terreno.
Sócrates anda arredio, aparenta pouca chama. Assume a vontade de maioria absoluta de forma envergonhada quase se diria que “empurrado”. Há por ali falta de ânimo.
O PS está a comunicar mal o seu projecto. Sócrates parece pouco confortável no seu papel.
Não me parece que assim se conquiste uma maioria absoluta!

Comentários:
Sinto exactamente isso mesmo!
Ao que ouvi agora, a Visão publica hoje uma sondagem que posiciona o PS muito longe da maioria absoluta.A falta de convicções, na minha opinião claramente "legível" no programa eleitoral, está a malbaratar toda a vantagem que a leviandade de Santana Lopes tinha oferecido de bandeja.
 
A sondagem da Visão é apenas mais um elemento a lembrar que o protagonismo de Santana rende e que a sua derrota esmagadora é cada vez mais, uma ilusão.
Lágrima.blogs.sapo.pt
 
Alguém terá dito a Socrates que bastava não cometer erros para vencer as eleições.
Penso que é daí que decorre esta aparente apatia, aliás o dirigente do PS já cometeu um ou dois deslizes, que o estarão a remeter para aquela estratégia.
A sondagem da Visão pode ser um alerta ao eleitorado socialista, que pensa que a vitória é certa e, se calhar, até sai na altura apropriada...
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?