2005-03-02

 

A INTUIÇÃO FEMININA

"Estive num Governo que tinha maioria, mas por intuição sempre tive noção que podia ser interrompido, o que é preocupante"
Graça Carvalho, Diário Económico, 1-3-2005

Comentários:
A intuição feminina da Ministra também lhe deu a noção de que o seu revolucionário programa, para atrair para Portugal cientistas de prestígio, a trabalhar fora do país, teria como resultado o conjunto vazio.
 
Caro Pedro, tem toda a razão neste seu comentário. Aliás, quem conheça esta área teve a mesma intuição no minuto em que proferiu, com estrondo, a apresentação do programa que entendia ser a "revolução" cientifica em Portugal!...
 
Só foi pena que a intuição que a levou a esta premonitória conclusão não a tivesse impedido de aceitar o cargo.
 
Só foi pena que a intuição que a levou a esta premonitória conclusão não a tivesse impedido de aceitar o cargo.
 
Peço desculpa da repetição, que se terá devido ao entusiasmo que a figura me provoca.
 
Foi, sobretudo pena que a srª. Ministra não tivesse percebido a tempo que tinha na Fundação para a Ciência e Tecnologia um presidente que o aprendeu a ser no mercado da Rotunda do Relógio. Falo do prof. Ramôa Ribeiro.
 
No Mercado do Relógio? Os feirantes e os ciganos que aí comerceiam são gente séria, nunca aceitariam como estagiártio o sr. prof Ramôa Ribeiro.
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?