2005-04-14

 

A LEVEZA DO SER

Parece que Santana não será candidato à sua candidatura.
No seu estilo "digo, mas não digo", o presidente da Câmara de Lisboa, Pedro Santana Lopes, assegurou hoje que não entrará «em qualquer disputa» para a candidatura à autarquia. Na sua opinião, compete à nova direcção do PSD a escolha do candidato.
Não há aqui nada de concreto. Não afasta a hipótese, aguarda que não tenha de se envolver "em qualquer disputa", ou seja, aguarda que o convidem, gentilmente, para uma candidaturazinha.
Tanta candura, tanta tonteria, trouxe-me à memória uma extraordinária entrevista radiofónica, ocorrida há um bom par de anos. O locutor, exibindo o orgulho pela presença de um cançonetista destacado, foi partilhando com os seus ouvintes uma rara sabedoria em conversa de elevado teor intelectual, já no final a pergunta denotando um acompanhamento das novas tecnologias, da modernidade: "e para quando o (cançonetista) na internet?" A resposta, lesta: "quando ela me convidar..."
Algo me diz que Santana Lopes vai ficar a aguardar o mesmo convite.

Comentários:
Bom; esperemos que a internet não se meta nisso!
 
O meu comentário:
Comento, dizendo que comentaria se comentasse.
Aprendi com o Santana.
Um abraço.
 
No último livro de José Gil, que toda a gente conhece, afirma o autor que, o português esperto não faz nada.Anda por aí.
O PSL, confirma José Gil e a sua "esperteza saloia".
Um abraço.
 
O homem não tem obrigação nenhuma de dizer se fica ou vai, se vai ou fica...
Se diz que se candidata é sedento de poder e coloca Marques Mende numa posição ingrata, se não se candidata e remete esse poder de decisão para o novo líder do PSD é porque é um indeciso e porque espera um convite para ser candidato, quando todos sabemos que Marques Mendes nunca irá fazer esse convite porque Santana não tem margem para ganhar nada,
nem a votação para o que será o jantar lá em casa.
 
Começa a ficar evidente, até para os seus mais fiéis seguidores, que o Pedro só está interessado em prejudicar o partido.
Com esta atitude, quer queimar Marques Mendes e dar uma «boa ajuda» a fracturar ainda mais um partido dividido e a enfraquecer uma liderança recém-nascida, a precisar de se credibilizar.Ou seja, está a aplicar o método da incubadora.
Pode ser que lhe saia mal a estratégia.
 
Santana, a mesma merda de sempre!
Num dia é, no outronão é, noutro parece que é!
BAAHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!
 
O Homem não está derrotado e o clã da mão fria, que para quem não sabe, é composto pela parasitagem que se reúne de quinta a sábado à noite, encostada ao balcão com o copo na mão vai apoiá-lo até ao fim.
Querem apostar?
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?